sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Cirque du soleil

O Cirque du Soleil foi fundado em 1984, no Canadá, e é a beleza pura no que à arte circence ( e não só), diz respeito. Cada história tem cenários, músicas, vestuário e coreografias próprias, resultando numa espectáculo ímpar de luz, cor e som, associado a dança, canto, arte circence e acrobacias magníficas. Adultos e crianças assumem o seu papel com profissionalismo indescritível.
Vale a pena ver, rever e saber mais...


3 comentários:

  1. Susana!
    Este sim, é um circo que eu gostaria de ver! É absolutamente espantoso... tive pena de não ter ido a Lisboa ver, quando estiveram por cá.
    O circo tradicional, a mim nunca me motivou - utizar animais selvagens em espectáculos, mexe com o meu sistema nervoso. Deixem os bichinhos viverem livremente nos seus habitats.

    beijo
    Walter

    ResponderEliminar
  2. Já escrevi algures sobre o Cirque du Soleil e a vida, cor, emoção, luz... que transmite, é efectivamente ímpar e faz sentir/ver as coisas e o mundo numa diferente perspectiva.

    Sem palavras. DE tirar o fôlego.

    beijinhos sempre amigos

    ResponderEliminar
  3. Só perca por tardia a entrada em vigor da nova lei que proíbe o uso de algumas espécies animais em circos. Seja em que local for, a dignidade animal não é compatível com o seu exibicionismo e exploração. Grande parte dos circos modernos já não utilizam animais nos seus espectáculos usando para isso a teatralidade e as artes circenses, verdadeiras géneses do circo. Profissionalizando esses artistas circenses e inovando o sector, estão criadas as condições para que todos os animais desapareçam dos circos portugueses. É importante a consciencialização dos mais novos para que se acabe também com espectáculos deprimentes como as touradas. Como diria Axel Munthe, "o animal selvagem e cruel não é aquele que está atrás das grades. É o que está na frente delas."

    http://dylans.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar